QUEM SOU EU

Minha foto
Goiânia, Goiás, Brazil
Escrevemos sobre assuntos ligados à história goiana, genealogia, artes, artesanato e assuntos de interesse de nossa família. Portanto, esse espaço pertence a uma pessoa somente, é público, todos podem ler se quiser, pois aqui publicamos vários tipos de assuntos, a grande maioria dos leitores se manifesta positivamente e com elogios, o que agradecemos muito. Os comentários devem ser acompanhados de identificação, com email, para que sua opinião seja publicada.

segunda-feira, 7 de maio de 2012

UMA VERGONHA PARA A IGREJA CATÓLICA EM GOIÂNIA


“O padre Cleidimar Moreira não permitiu, neste último sábado, que o Padre Luiz Augusto celebrasse um casamento na Capela da Medalha Milagrosa. Definitivamente, o Padre Luiz Augusto não pode celebrar na igreja que ele construiu. "Eu nem posso entrar no prédio onde eu ajudei a fazer. Essa dor doeu mais forte", diz a poesia do pedreiro que construía prédios.
Isso não deveria acontecer dentro da Igreja Católica, mas acontece e é uma vergonha para todos os católicos goianos. O despreparo emocional de alguns sacerdotes permite que a sua vaidade pessoal, a sua ira pessoal e a sua fraqueza pessoal interfira e defina as suas atitudes com relação aos seus pares.
Em qualquer paróquia, e sempre foi assim, os sacerdotes se entendem e permitem que as celebrações de casamentos sejam realizadas pelos padres escolhidos pelos noivos. Assim tem sido feito e com muita cordialidade. É claro que existe uma preferência pelo padre amigo que conhece os noivos e saberá falar sobre os dois de maneira carinhosa, como merece uma cerimônia desse valor. Outro dia, um sacerdote adoeceu e a mãe da noiva pediu ao padre recém nomeado para a paróquia que celebrasse a cerimônia, ele aproveitou o momento e falou mais de meia hora sobre ele mesmo,  apresentando-se aos convidados e nem uma vez sequer se referiu aos noivos. Segundo familiares que foram ao casamento foi um desrespeito aos noivos e aos presentes. Para evitar casos como este é que todos querem escolher um padre amigo para realizar o momento mais significativo da vida de um casal. Por que impedir?
Não sabemos de outros casos assim, isso tem acontecido somente com relação ao Padre Luiz Augusto e tem sido com o aval da direção da igreja de Goiânia, ou seja, com o aval do Bispo Dom Waldemar e do Arcebispo Dom Washigton Cruz, senão é assim, porque não se pronunciam contra essas rusguinhas que maculam a imagem da igreja? Definitivamente, não são próprias de “sacerdotes” ações assim e já se passaram 13 meses.
Desde que se definiu a transferência do Padre Luiz Augusto da Paróquia Sagrada Família seus “pressupostos” amigos ou companheiros de paróquia passaram a hostilizar e denegrir a pessoa do Padre Luiz, fizeram tantas manobras e insinuações que caíram por terra por não terem veracidade, portanto eram calúnias falsas, muitas vezes tão sem fundamentos que beiraram a estupidez.  
Ninguém fica lamentando o fato do Padre Luiz ter saído da Sagrada Família, isso é fato consumado, seguir em frente é muito mais importante do que lamentar, inacreditável, estranho e anti cristão são as atitudes contra o Padre Luiz Augusto. Todos perguntam por que? Qual a razão de permitir que se tenha tanta inimizade e ingratidão dentro de uma Paróquia? Qual será a intenção de um sacerdote que ensina o amor, o perdão e age como fariseu? Que se espera de um ser humano que foi recebido com faixas de acolhimento e hoje age contra quem o acolheu?
Qual é o sentimento que leva um “sacerdote” a agir assim? E o mais instigante: como pode ser permitido tanta intriga? Cabe ao pastor dos pastores por ordem na casa, não permitir que continue essa rusga assim. Até quando será permitido o que vem acontecendo? Ou será que esse tipo de ordem vem da direção da Igreja? Será que o “sacerdote” tem o aval da Arquidiocese?
Certo está o Padre Luiz que usa o seu sacerdócio para servir a Deus e ao próximo, que tem sido um evangelizador que leva Jesus para milhares de pessoas, por isso tem a preferência, a admiração e o amor de tantos católicos goianos. Isso nada mudará, nenhuma força humana pode mudar esse sentimento abençoado por Deus, porque por onde ele for ele arrebanhará milhares de pessoas necessitadas de um bom pastor.   

15 comentários:

  1. comentou no Facebook Helder Rodrigues Filho:
    No ano de 2010 recebemos a notícia que o Pe Cleidimar Moreira viria para Goiânia, para um ano sabático concedido pela Comunidade Canção Nova, e então ele pediu para o D. Washington para ficar na Paróquia Sagrada Família, pois é uma paróquia que atende as suas aspiraçoes e sua vivencia dos carismas e também pela amizade com o Adminitrador paroquial da época: Padre Luiz Augusto. O Padre Luiz fez uma reunião para anunciar essa boa nova para os paroquianos, que já estavam preocupados com a saúde do Padre Luiz, devido tanto trabalho. E com a vinda do Cleidimar seria muito bom, pois enquanto um celebrava o outro atendia confissões. Dividiria o trabalho. Um irmão meu de fé disse para mim: "Helder, isso não me cheira bem, isso é jogada para tirar o padre Luiz da Paróquia" eu disse: "que isso irmão o Cleidimar não faria isso com o padre Luiz." (inocência minha e do Padre Luiz). E agora chego aqui de manhã no facebook e vejo essa notícia que o Padre Cleidimar proibiu o padre Luiz de Presidir um casamento na Medalha Milagrosa, lamentável o que fez padre Cleidimar. Agora me responde, porque isso Padre Cleidimar? Isso veio de cima do senhor, ou foi por puro poder para mostrar quem manda, ou foi esses "diabos" que estão do seu lado colocando fogo em sua relação com o padre Luiz? Sei que você não precisa do meu respeito e carinho, mas se é que ainda existia algum caiu por terra agora. Triste realidade. Parabéns você conseguiu mostrar quem manda hoje na Paróquia Sagrada Família. Padre Cleidimar Moreira -Administrador paroquial- mostrou a sua glória, chutando o traseiro do seu mui amigo Luiz Agusto. Lamentável.

    ResponderExcluir
  2. Comentou no Facebook Zilah De Fatima Sebba Até que ponto a INVEJA faz parte de alguma parte do clero de Goiania? É necessário que haja mudanças! O que está acontecendo é um péssimo exemplo para os fiéis. Deus de misericórdia tenha misericórdia daqueles que se dizem sacerdotes!

    ResponderExcluir
  3. Disse no Facebook Soraya Sebba Chater Se houve o aval dos superiores da Igreja, VERGONHA de fazer parte dessa Arquidiocese medíocre e incompetente. Se não houve o aval, houve OMISSÃO pois o fato era do conhecimento deles, portanto, VERGONHA do mesmo jeito. E não me venham dizer que devo respeito aos Bispos, pois só se respeita quem se faz respeitado!!! #vergonha internacional

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo plenamente. Mesmo quem não concorda com os métodos mais rígidos do Pe. Luiz, não pode ficar calado nesta hora, pois estamos voltando ao tempo da inquisição. Até quando asistiremos essas atos de pura perseguição e autoritarismo!
      É uma pena que a vaidade, orgulho e ira sejam os sentimentos predominates.

      Excluir
  4. Comentário no Facebook de: Eduardo de Souza É incrível como essa história insiste em ter desdobramentos cada vez mais imprevisíveis: Mudanças, desconfianças, ataques, humilhações, vandalismos e outras formas de agressões permanecem ferindo e banalizando o trabalho daqueles que somente querem divulgar a palavra de Deus com zelo e responsabilidade. Qual será a verdadeira intenção? Será que ainda não se deram por satisfeitos e precisam a cada momento surpreender-nos com atitudes maléficas e separatistas?Temos o direito de gritar e se gritamos é por JUSTIÇA e IGUALDADE. Palavras proclamadas pelos quatro cantos pela igreja, mas nos dias de hoje pouco vividas pelos seus próprios dirigentes. Gratidão pela obra, é o mínimo que devem ter pelo Pe. Luiz Augusto. Quando algo não estiver certo, falaremos sim, pois como diz o poeta: Enquanto houver espaço, corpo, tempo e algum modo de dizer não, eu canto...

    ResponderExcluir
  5. Comentário no facebook de: Viviane Vilela O PE. LUIZ FOI QUEM FEZ A MEDALHA MILAGROSA !!!! MINHA FILHA SE CASOU LÁ , ELE MANDOU FAZER AQUELA IMAGEM DE MARIA, FORA , COM AZULEJOS QUEIMADOS....TANTO ZELO QUE ELE TEM COM O TEMPLO DE DEUS....É RIDÍCULO ELE NOSSO PADRE NÃO PODER CELEBRAR QUALQUER COISA NA SAGRADA FAMÍLIA OU NA MEDALHA MILAGROSA.........INDIGNADA EU ESTOU !!!!

    ResponderExcluir
  6. Luiz Mario Sanches7 de maio de 2012 22:38

    Srª Maria Dulce Loiola, a parabenizo pela coragem em relatar as sandices que vem acontecendo dentro da arquidiocese. Não é só o Pe. Luiz Augusto que sofre tais perseguições. Sou do interior de Goiás, cidade de Vianópolis, aqui também estamos vivendo até coisas piores. O padre que aqui esteve no período de 2008 a 2010, fez um grande trabalho religioso e social, hoje esta proibido de celebrar missas, casamentos, batizados, inclusive, já foi proibido de entrar na cidade. Fui Evangelizado em uma igreja que me ensinou ser humilde, solidário, fraterno, não ter vícios respeitar e amar ao próximo, mas para meu espanto, isso não acontece entre os sacerdotes de nossa arquidiocese. Todos os fatos escandalosos que estamos vivendo são do conhecimento da arquidiocese e para minha decepção vejo que o coordenador do clero e ecônomo sabe de tudo e apoia. Os bispos nada fazem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nao moro ai, porem acredito q julgar ou tomar partido nao seja a melhor decisao. Primeirameimente, rezar, colocae nas maos maos de Deus, em segundo lugar, nao armar rebeliao, pois a confusao n vem de Deus. Nao ha justiça s amor. Reflitam sobre isso. Dialoguem como irmaos, sem competiçao. Lembrem-se: Jesus em 1o lugar!

      Excluir
  7. Comentado no facebook por: Cíntia Alencastro Amigos, estou preocupada com todos estes ataques ao nosso padre. Acho que devemos cuidar mais dele no sentido de não aumentar o fogo da fogueira. Ele está sofrendo com tudo isso? Lógico!!! Mas, enquanto estivermos falando elouquecidamente deste assunto, nosso padre não terá paz. Temos que o ajudar a passar por todas estas tempestades com o coração mais leve e livre de mágoas e rancores. Não quero que ele adoeça. Ninguém de nós quer! Já é comprovado cientificamente que mágoas, rancores, depressão, são fatores importantes no desenvolvimento do câncer, doenças do coração e tantas outras enfermidades. Vamos tentar levar a seus ouvidos somente coisas boas, alegres. Vamos dar a ele nosso amor! É isso que ele precisa! Vamos cuidar dele - um lanchinho gostoso, um abraço, e principalmente a nossa presença nas missas (todas as missas - 3ª, sábado, domingo) e grupos de oração (4ª, 5ª, 6ª). Vamos ajudar e participar de suas missões - lixão, presídio, cestas básicas, mutirões de saúde... Fico indignada e até revoltada com esta palhaçada toda do clero de Goiânia, mas o meu amor pelo Pe. Luiz tem que ser maior que tudo isso!!! Quero falar pessoalmente com o Pe. Cleidimar, se ele me receber, lógico! Vou tentar!!! Temos o direito! Ajudamos a manter a Medalha Milagrosa tanto tempo!!! Se eu me sinto traída, imagina nosso padre! Como ele deve estar se sentindo agora? Meu Deus, cura o coração do Pe. Luiz! Dê muita serenidade e a certeza de que ele é amado pelo Senhor e por todos nós!!! Meu padre lindo, conte conosco sempre!!! Ocupe seu tempo pensando em quem merece!!! Não desperdice sua energia com quem não gosta e não precisa de vc!!! Lembre-se: "a barriga dói de fome não é só uma vez não!!!" Vc saciou a fome de quem, hoje, te vira as costas! E, tenho certeza, que se ele precisar novamente, o senhor estará prontinho para ajudá-lo, pois o seu coração é bom. O senhor é bom! O senhor é sim, um homem de Deus!

    ResponderExcluir
  8. Comentado no Facebook por: Regina Marques Cada dia mais me entristeço com a igreja católica "de Goiânia" e me decepciono com as pessoas; principalmente pessoas que deveriam ser exemplos de caráter, fidelidade, amor, cordialidade, compartilhamento.

    ResponderExcluir
  9. lucila rodrigues Gomes8 de maio de 2012 14:08

    É lamentável todos esse acontecimentos contra o padre Luís Augusto, mas ele não está sozinho neste combate; Também nós aqui no interior vimos acontecer fato semelhante contra outro sacerdote, zeloso, também um verdadeiro servo de Deus, que não pode sequer, visitar os amigos na cidade e o Templo que restaurou. Como nos entristece! Onde fica o testemunho do Evangelho e o silêncio daqueles que poderiam mudar o curso da história?Porém, uma coisa tenho certeza, este pecado, não levarei comigo, jamais concordarei em excluir ou perseguir a ninguém neste mundo, principalmente aqueles a quem chamamos de IRMÃOS.E agora se nada podemos fazer, eles, os padres perseguidos ,podem contar com nosso amor, oração e eterna gratidão.
    Sou de Vianópolis-Go.

    ResponderExcluir
  10. A paz! Eu agradeço a todos que postaram e chamaram-me de endemoniado e outras coisas... Jesus também passou pela mesma situação.
    A Senhora Maria Teixeira, eu a admirava tanto. Por que tambem não conversamos, dai sim a senhora vai ver que não sou quem estão pensando. As estorias que estão contando estão todas deformadas e as informações contem muitas inverdades.
    A verdade ninguém sabe e estão me julgando por aquilo que falaram, mas ninguém veio aqui pra falar comigo. Eu estou a disposição para ouvir e esclarecermos todo questionamento. Seria mais católico se me procurassem e ai sim conversassemos como gente civilizada. Uma prova de que sou de boa indole é que eu poderia processar quem está usando meu nome para me denegrir e disseminar o odio contra mim. Não processo pois sou cristão de verdade. Repito, querem saber da verdade me procurem.
    Deus lhes abençoe!

    ResponderExcluir
  11. Paz e Bem!!!
    Padre Cleidimar, amamos o Padre Luiz, eu particularmente gosto muito do Senhor. Participo na Com. Atos e Sagrada Família.
    Espero que nossa irmã Maria Dulce procure o Sr. para esclarecer todo esse "mistério" que envolve Padre Luiz, Padre Cleidimar e Arquidiocese Gyn. De tudo o que presenciei, sinto uma grande injustiça com o Padre Luiz por parte da Arquidiocese e isso abalou muito minha fé na Igreja. Não entendo porque o Sr. não possui uma amizade com o Padre Luiz. Meu sonho é de ver vocês unidos. Por que não pode ser assim? Por que um não procura o outro para selar a paz e acabar de vez com essa novela?
    Nunca ouvi alguém falar mal do Sr. na Com. Atos, mas de vez em quando fico triste com o que escuto na Sagrada Fam.
    Deus abençõe o Sr., que meus dois Sacerdotes que mais admiro sejam instrumentos de PAZ. Um abraço.

    ResponderExcluir
  12. Padre Luiz recebeu o beijo de muitos "judas "

    ana cláudia parrode pacheco

    ResponderExcluir
  13. Podem vir quantos bispos qiser , mais sempre o Padre Luiz vai ser amado pelo povo.
    Enquanto os cães ladram a caravana passa!
    Te amamos Padre Luiz ♥
    De : Yara e Raquel .

    ResponderExcluir

os comentários somente referentes ao blog, sem ofensas e com nome e sobrenome. Os ANÔNIMOS serão descartados. Até 10 linhas.