QUEM SOU EU

Minha foto
Goiânia, Goiás, Brazil
Escrevemos sobre assuntos ligados à história goiana, genealogia, artes, artesanato e assuntos de interesse de nossa família. Portanto, esse espaço pertence a uma pessoa somente, é público, todos podem ler se quiser, pois aqui publicamos vários tipos de assuntos, a grande maioria dos leitores se manifesta positivamente e com elogios, o que agradecemos muito. Os comentários devem ser acompanhados de identificação, com email, para que sua opinião seja publicada.

quarta-feira, 22 de junho de 2011

A IGREJA VERDADEIRAMENTE CRISTÃ É NECESSÁRIA

Quando penso em questões sociais que a cada dia massacram a sociedade, sinto o quanto a Igreja Católica é importante para ajudar às pessoas. Contudo, precisamos de mais discernimento entre muitos padres e dirigentes da mesma, eles precisam se interar do momento difícil que o mundo passa.
Com a mídia imediata, trazendo tudo que acontece pelo mundo, quase tudo instantaneamente, para dentro da nossa casa, fazendo com que as famílias participem do momento seja trágico, obsceno ou não. E, muitas vezes, quem assiste se acha no direito de copiar o pior, imitando mentes insanas, como foi o caso do massacre da escola de Realengo.
Nada hoje fica sem ser noticiado seja na mídia aberta - jornais, revistas, rádios e televisão - ou através da rede social, aonde, quem pode fala com o mundo inteiro a qualquer hora, a um valor irrisório.
A revista Veja desta semana traz uma capa chocante sobre o drama das famílias que se tornam prisioneiras do "crack" por causa dos filhos dependentes da mais destruidora das drogas. Ninguém está livre deste tipo de problema, cada dia mais os jovens são aliciados para o mundo da droga, que em um primeiro momento causa uma euforia imensa, o jovem se encanta e segue neste mundo cruel, de difícil volta. Este mundo cruel está perto de nós, basta conversar com as pessoas que trabalham conosco, como as empregadas domésticas que convivem ou têm na própria família um drama igual a este. Disse a moça que trabalha no prédio: "um rapaz do meu setor disse que estão fazendo uma droga pior do que o "crack". Se o "crack" é a mais destruidora, imaginem se essa conversa tiver fundamento.
Com excesso de informações as pessoas estão cada dia mais se afastando da Igreja, não se justifica a Igreja se manter alheia às modernidades e não procurar ser mais ativa, aliando-se aos fiéis que desejam trabalhar e não conseguem por falta de liderança. Ou seja, com toda essa crueldade pelo mundo afora, as pessoas precisam da "doçura da Igreja" e não de uma Igreja punitiva, arcaica, cheia de preconceitos - como punem agora os padres tipo Padre Marcelo Rossi - essa Igreja só afasta as pessoas dela.
Tudo isso leva a um pensamento questionador. O que é necessário para a Igreja se aliar aos padres que desenvolvem trabalhos que se sobressaem, conseguem a adesão de muitos jovens e suas obras e ações são um convite para que as pessoas o sigam?
A população não está alheia a tudo que acontece dentro da Igreja. A Igreja causa indignação nas pessoas quando toda essas atitudes antipáticas, inquisidoras são usadas quando lhe convém.
Lendo agora sobre a beatificação do Padre Cícero - quem é católico precisa da sua conficção da fé para não se sentir envergonhado por saber que esse mesmo Padre Cícero foi excomungado porque tinha uma multidão que o seguia e era um padre que se sobressaia - causou inveja e ciúmes, então o excomungaram. Qual o real interesse em beatificá-lo agora, será interesse na festa realizada para ele que arrecada uma fortuna?
Será que essas histórias continuarão se repetindo? Por que a Igreja por meios "pecadores", através da Inquisição cometeu tantos crimes como queimar viva e depois tornar santa a Joana D´Arc?
Não justifica mais a Igreja que se chama fonte da verdade se abster de reconhecer o mundo moderno  e a necessidade de uma renovação - como a renovação carismática endossada pelo Papa Bento XVI em seu discurso em Assis, na Itália, em 31 de Outubro de 2008 (já publicado neste blog).  A Igreja se quiser existir tem que conquistar os fiéis, não pode agir como tem agido afastando os verdadeiros arrebanhadores de fiéis para a Igreja. Não há igreja sem o povo - Jesus disse para cuidar das suas ovelhas e buscá-las. 
Excomungar e exilar membros do mundo eclesiástico por estar fazendo o bem a multidões tem sido um erro da Igreja - existem casos recentes, sem enumerar casos da época da Inquisição. Esta é a pior face da Igreja - como no passado tem usado de "uma tirania tão grande, opressiva, nociva e monstruosa como a de qualquer tirania secular." 
A Igreja para sobreviver precisa adaptar-se, não só isso, mas criar uma Igreja equilibrada em que haja mais consolo, compreensão, refúgio, apoio e caridade. Tais medidas são necessárias e são encorajadoras para a Igreja ser o que as pessoas precisam: uma Igreja extremamente necessária em nossas vidas, em nossa sociedade, em nosso mundo e para as multidões que a procuram em busca de alívio, consolo, caridade, compreensão e sabedoria. Assim, não teremos pessoas insatisfeitas ou decepcionadas que deixam a Igreja Católica e vão a procura de outras igrejas. 

Um comentário:

  1. Maria Aparecida azeredo Costa22 de junho de 2011 15:44

    Concordo com você, principalmente, quando diz que: "A Igreja para sobreviver precisa adaptar-se, não só isso, mas criar uma Igreja equilibrada em que haja mais consolo, compreensão, refúgio, apoio e caridade." Está faltando compreensão e sobrando desejo de "poder" e "status".Gostei muito, Cida Costa

    ResponderExcluir

os comentários somente referentes ao blog, sem ofensas e com nome e sobrenome. Os ANÔNIMOS serão descartados. Até 10 linhas.