QUEM SOU EU

Minha foto
Goiânia, Goiás, Brazil
Escrevemos sobre assuntos ligados à história goiana, genealogia, artes, artesanato e assuntos de interesse de nossa família. Portanto, esse espaço pertence a uma pessoa somente, é público, todos podem ler se quiser, pois aqui publicamos vários tipos de assuntos, a grande maioria dos leitores se manifesta positivamente e com elogios, o que agradecemos muito. Os comentários devem ser acompanhados de identificação, com email, para que sua opinião seja publicada.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

PADRE LUIZ AUGUSTO PODE VOLTAR A CELEBRAR? QUANDO E ONDE?


Hoje, no Diário da Manhã, na primeira página está essa chamada: “Padre Luiz retoma missas em breve”, e na página 6, a matéria: "Padre Luiz pode voltar a celebrar missas".
Os índios americanos dizem que os brancos falam com “fork tongue” (em tradução livre - língua de forquilha). Não vemos aonde está o cristianismo em usar palavras bonitas para parecer que diz uma coisa bonita mas, dentro dos vários sub entendidos deixar espaços  também, para a soberba, a arrogância de achar que só ele é inteligente e, muito certamente, a inveja. Trocando em miúdos, é sabido que quem passa por um seminário aprende um português de excelente qualidade, que deveria ser usado para reafirmar a sinceridade, a honestidade e o verdadeiro amor de Cristo. Ninguém dúvida da autoridade estabelecida na hierarquia da Igreja, ou seja, quem manda, manda quem é subalterno obedece. Mas isso, até ao limite de quem é subalterno. Achar que toda a população é subalterna ao Bispo ou Arcebispo é muita arrogância, o tipo de submissão que a Arquidiocese espera da população católica pode esquecer. Ou mereçam a liderança ou vão  ter que liderar em algum seminário distante, liderando literalmente somente a ovinos. A Igreja do sec XXI insiste em não "se enxergar", esquece que até o início do sec XX aos católicos incautos era imposto o “índex proibitorium”  onde a Igreja tinha a pretensão de manipular o conhecimento dos seus fiéis através dos livros e textos que ela autorizava ler ou não. Nesse campo foi aonde houve o maior progresso tecnológico que a Igreja não vê e no nosso microcosmo temos uma pseudoliderança que quer nos dizer que é pecado discordar de uma direção da Igreja de Goiás que insiste em se manter no século IXX. Alguém acredita de verdade que pode estabelecer o que é certo e errado nas discussões do facebook, twitter, outras redes sociais e até mesmo por telefones que não seja a mais pura ética e moral do bom senso, essa que está disponível para católicos, evangélicos, judeus, mulçumanos e quem mais vive nesse planeta? Resumindo, todos que vivem nesse planeta entendem pelo menos um mínimo, do que é certo e errado. Muita coisa já foi dita, por várias pessoas, toda a vez que se espera uma explicação clara e objetiva da direção da Igreja vem o mesmo discurso aonde se mudam as palavras, mas a Igreja não cede um milímetro sequer, se prende a uma obediência cega e obtusa que não combina com pessoas inteligentes, bem informadas e que não estão fazendo nada mais do que uma verdadeira caridade e rezando para Deus para encontrar o conforto que a religião pode dar.
O julgamento é muito simples: é ético ou não é? De um lado os castigados, uma comunidade de milhares de pessoas e um padre que exerce uma grande liderança. Qual foi o crime, o erro ou o malfeito cometido por esses castigados? Do outro lado os castigadores: o Arcebispo Dom Washington e o Bispo Dom Waldemar, pois são esses que são os verdadeiros responsáveis por tudo que é feito e por tudo que se deixar de fazer sob a sua responsabilidade na Igreja Católica de Goiás.
Preto no branco?????? Porquê a Comunidade Atos e o Padre Luiz estão sendo punidos? Sem semânticas Dom Waldemar. Reconheça que não existe crime e libera logo todo mundo para o exercício correto e amoroso do catolicismo, isso tudo já foi muito longe. Nós estivemos aí, fomos visitá-lo, procurando abrir janelas de comunicação na esperança de que uma atitude, vamos dizer meio mineira, poderia resolver tudo, copiando nossos irmãos vizinhos que tem o hábito de conversar e conversar para sempre evitar os confrontos e assim resolver pendências, desfazer mal entendidos. Não fomos aí mandados por ninguém, fomos aí na sincera vontade de criar esse canal de comunicação em que as partes cedem e a solução aparece. A evolução disso tudo mostrou que o esforço foi inútil, pois a Cúria mostrou-se irredutível e sem nenhum jogo de cintura, continuando a exigir do Padre Luiz uma disciplina filosófica tão difícil de ser explicada, como de ser entendida. O que deixa transparecer é que a verdade está em outro canto. E nós católicos privados da alegre missa do Padre Luiz exigimos de Vossas Eminências uma conversa olho no olho, preto no branco. Novamente, queremos uma resposta olho no olho, preto no branco. Nós católicos não nos sentimos confortáveis de forma nenhuma nesse desentendimento com a Cúria, não aceitamos uma liderança de submissão, estamos rezando por uma liderança por amor e caridade. Não queremos continuar com isso, isso pode ir muito mais longe e continuar trazendo prejuízos para todo mundo. Ninguém pediu a cobertura da imprensa, mas o problema se tornou tão grande que a imprensa notou. É bom que se diga que programas como Fantástico, da Rede Globo e outros programas semelhantes de outras redes tem procurado os fiéis, não vemos nenhuma vantagem em expor nossos problemas em rede nacional, aliás, não vemos vantagem nenhuma em que isso seja exposto de qualquer maneira, por isso, o desfecho disso tudo pode ser péssimo para todo mundo.
Dom Waldemar quando foi  na Capela da Medalha Milagrosa dar a notícia de que o Padre Luiz seria transferido disse:  "não sereis de Pedro nem de Paulo", devemos lembra-lo que os fiéis também não são do Bispo e que o verdadeiro proprietário de nossas almas nos ensinou a amar ao próximo como a si mesmo.
A maior guerra de todos tempos aconteceu porque o povo alemão, quase em sua totalidade, foi submisso a um líder tirano e lunático. Há em Berlim o Memorial da Resistência que diz:
"NÃO CARREGAS A VERGONHA
POIS RESISTISTE
SACRIFICANDO SUA VIDA POR LIBERDADE, JUSTIÇA E HONRA"
Essa minoria diminuta alemã não carrega o peso do pecado da omissão, assim como minha família, nossa amiga Cida e eu, que tentamos junto a Cúria abrir um canal de entendimento, mas fomos frustrados pela inflexibilidade da autoridade eclesiástica.

Maria Dulce Loyola Teixeira, com a colaboração de Ubiratan Estivallet Teixeira e Hugo Ludovico Loyola Teixeira 
Maria Dulce Loyola Teixeira  

19 comentários:

  1. Dulce, suas palavras expressam tudo aquilo que milhares de pessoas estão sentindo. A decepção é muito grande com esse autoritarismo da cupula de nossa igreja. Queira Deus que muitos não percam a fé.

    ResponderExcluir
  2. Parabens, belo texto, faço suas palavras as minhas.

    ResponderExcluir
  3. Texto que merece ser publicado. Muito bom!
    Muitos, infelizmente, não tem ainda acesso a internet.
    Zilah Porto Sebba

    ResponderExcluir
  4. Merece publicação na imprensa.
    Muitos, infelizmente, não tem ainda acesso a internet e todos merecem ler este fantástico artigo.
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pelo texto, ficou muito bom mesmo. Vc tem
    toda a razão em expressar a sua indignação, que
    falou por todos nós, pq não atender aos fieis.
    acho também que não vão deixar ele afastado por
    causa da imprensa, que tomou conhecimento de tudo.

    Valdirene Teles

    ResponderExcluir
  6. Parabéns Dona Maria Dulce. Seu texto expressa o sentimento de milhares de católicos. Nosso Bispo é humanos como nós e é passível de erros, o que ele não pode é achar que nós católicos somos idiotas onde eles falam muito bonito e não dizem nada (Faltam com a Verdade) Não estamos julgando ninguém, só estamos defendendo nosso amado pe Luiz e vários outros pe bons que existem por aí.

    ResponderExcluir
  7. Parabéns Maria Dulce, tenho acompanhado suas matérias, e elas são realmente otimas, nós que amamos o Pe. Luiz te agrademos de joelho por tudo que vc esta fazendo por nós. Deus te abençoe e que vc continue relatando sempre a verdade.Obrigado

    ResponderExcluir
  8. ana flavia fiorillo11 de janeiro de 2012 00:10

    disse tudo o que meu coracao deseja. Nao tenho este dom de escrever, por isso faco minhas as suas palavras. que este texto tambem seja enviado a revistas e tv. Deus te abencoe minha irma.

    ResponderExcluir
  9. Paz e Bem
    Estou acompanhando desde o começo a injustiça com nosso amado Padre Luiz Auguto, principalmente por este blog, e até agora não ouvi nenhum motivo "concreto" para a suspensão.
    Com certeza, falta RESPEITO, CONSIDERAÇÃO, AMOR pelo Padre Luiz pela pessoa que ele é e por TUDO o que ele fez pela igreja e pelos fiéis. Sinceramente, a Arquidiocese já levou isso longe demais, agora virou motivo de VERGONHA, DISCRENÇA, FALTA DE PERDÃO.

    ResponderExcluir
  10. PARABÉNS FOI MARAVILHOSO,ALGUÉM TEM QUE FAZER ESTE TEXTO CHEGAR A IMPRENSA O MAIS RÁPIDO POSSIVEL,E QUE AO CONTRARIO DO QUE O BISPO PENSA NÃO ADORMECEMOS NO CASO,ANTES QUE ELE TRANSFIRA O PADRE PARA FORA DE GOIÁS.

    ResponderExcluir
  11. Muito bom o texto e é de pessoas assim corajosas como vc que precisamos para conseguirmos a justiça, esse Arcebispo e Bispo não podem ficar fazendo tal injustiça e ficar por isso, chegaaaaa queremos P. Luiz de volta as missas..URGENTE!

    ResponderExcluir
  12. SABEDORIA. AGORA VENDO POR OUTRO ANGULO,PODERÍAMOS IR AO EXTREMO, SE É SE JÁ NÃO FORAM... SOLICITAR AO VATICANO UM ACOMPANHAMENTO MAIS DE PERTO DA NOSSA ARQUIDIOCESE,JÁ ESTÁ VIRANDO UMA VERGONHA NACIONAL PARA NÓS GOIANOS. EU NÃO GOSTARIA QUE ISSO ACONTECESSE, MAS TEMOS QUE IR NA RAIZ DO PROBLEMA,PEDINDO AO VATICANO, ATRAVÉS DE SUA SANTIDADE O PAPA UM ACOMPANHAMENTO RIGOROSO NAS POSIÇÕES ALEATÓRIAS DO NOSSO ARCEBISPO.

    ResponderExcluir
  13. Sábias palavras..... ta passando da hora de colocar esta matéria nos jornais da cidade de Goiania. Assim estaremos evitando um mal maior, pelo nosso Brasil e manchando nossa arquidiocese. Vejo o seguinte.... como para padres tem remanejamento, a igreja deveria pensar tb.no remanejamento de BISPOS. Acabam apegando a uns e rejeitando a outros.Tem padres que viram a noite bebendo e num domingo ta lá celebrando.Isso é uma vergonha!E são daqui de Goiania. Por quê o Bispo deixa-os assim???????

    ResponderExcluir
  14. Eles disseram que os padres ficam 5 anos em uma igreja e o que eles dizem do padre João da igreja da praça do Cruzeiro que desde que me entendo por gente ele reza missa lá?

    ResponderExcluir
  15. E PE. VAMIR QUE FAZ MAIS DE 20 ANOS QUE ESTÁ NA MATRIZ DE CAMPINAS.E P. LUIZ G. LOBO A + DE 30 ANOS NA CATEDRAL. SEM FALAR NOS DEMAIS POR AI A FORA. ENTÃO ESSA NORMA É MENTIROSA OU SÓ EXISTE PARA AQUELES QUE INCOMODAM AOS SRS. BISPOS????

    ResponderExcluir
  16. Maravilhoso esse texto Maria Dulce. Você realmente é uma pessoa enviada de Deus para falar por todos nós, está aí tudo o que a gente gostaria de falar... Estou muito angustiada e sofrendo com tudo o que está acontecendo com o Pe. Luiz. Que injustiça, meu Deus! Eles precisam fazer uma audiência com todos nós para nos falar "olho no olho". Queremos conversar e saber da volta do nosso Padre Luiz. Fica c/Deus.
    Bernadete Lisita Rosa

    ResponderExcluir
  17. Ana Cláudia Pacheco12 de janeiro de 2012 12:05

    O melhor de todos os textos Maria Dulce , chega de abaixarmos a cabeça , publique este texto "perfeito" , que sai na veja , isto é , diário . o popular ...

    Parabéns !!! ana cláudia pacheco

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pela coragem! Temos que continuar acreditando que a justiça de Deus Pai opera em nosso meio... Clamo a Deus pelo Padre Luiz hoje vitima de pessoas que se mostram maldosas e egoístas como o Bispo e Dom Waldemar...

    ResponderExcluir
  19. Admiro e mto o trabalho do Pe luiz,nao resta duvidas qto aos beneficios de seua ensinamento e as obras por ele lideradas.Mas nao deixa de gritar em mim o projeto de Deus pra sua igreja e seus seguidores:Quem quiser me sequir renuncie-se a si mesmo tome a sua cruz e siga-me.O seguimento exige obediencia e humildade.Jesus foi obediente ate a morte e como resposta mostrou-nos a Ressurreiçao.Que a transferencia do Pe Luiz possa, em meio a lagrimas e dores levar-nos a ressurreiçao.

    ResponderExcluir

os comentários somente referentes ao blog, sem ofensas e com nome e sobrenome. Os ANÔNIMOS serão descartados. Até 10 linhas.