QUEM SOU EU

Minha foto
Goiânia, Goiás, Brazil
Escrevemos sobre assuntos ligados à história goiana, genealogia, artes, artesanato e assuntos de interesse de nossa família. Portanto, esse espaço pertence a uma pessoa somente, é público, todos podem ler se quiser, pois aqui publicamos vários tipos de assuntos, a grande maioria dos leitores se manifesta positivamente e com elogios, o que agradecemos muito. Os comentários devem ser acompanhados de identificação, com email, para que sua opinião seja publicada.

sábado, 4 de fevereiro de 2012

O QUE ESTÁ ESCONDIDO NAS DETERMINAÇÕES AO PADRE LUIZ AUGUSTO?

De novo é fundamental se ter clareza nas determinações, não há ofensa à Igreja em se pedir clareza aos seus dirigentes e muito menos em ser questionados por leigos. Não somos designados para falar em nome do Padre Luiz Augusto, essa é uma posição em defesa da religiosidade de muitos, observando que somos ungidos por Deus pelo Batismo, o que não nos faz melhores do que qualquer pessoa, mas nos iguala em direitos na Igreja Católica Apostólica Romana e perante Deus. Como dizem os que gostam da proximidade do poder, que quem procura uma resposta para a punição ao Padre Luiz é protestante – não ofendem e se enganam no uso da palavra, protestar significa afirmar ou declarar que existe alguma coisa errada e isso será feito até que respondam qual o crime do Padre Luiz Augusto e dos fiéis que frequentam as suas missas para serem tratados com tamanho descaso?
Aliás, a sociedade deveria ser informada com clareza o que está incutida nessa “pseudonomeação” para uma Paróquia em Aparecida, onde já existem um Pároco e um Vigário, pois conforme a nota da Arquidiocese o Padre Luiz será o Vigário “com atendimento pessoal e administração do Sacramento da Penitência, bem como o cuidado dos mais necessitados e dos doentes” e deverá ser “assistido” pelo Pároco do local. Qual é a real intenção? Um cargo de Vigário do Vigário, não que, não sejam respeitados os vigários que existem por aí, mas convenhamos, em qualquer “emprego” a relação humana é respeitada valorizando o trabalhador não o rebaixando na hierarquia dos cargos. No mundo laico o respeito pela vida do ser humano é exigência legal e o cumprimento desse preceito é cobrado por entidades sindicais, associações de classe e até pela própria Igreja Católica que no afã de socorrer o próximo prega por “justiça” trabalhista, no que age corretamente, mas não age assim nesse caso, como? Tentem entender porque colocar um Sacerdote que tem um legado histórico administrativo com diversos e bem sucedidos empreendimentos para ocupar agora o cargo que na linha hierárquica da Igreja representa a posição de iniciante de carreira, talvez, se pudessem o tinham rebaixado a coroinha.
Mais uma vez o silêncio é rompido estabelecendo ainda mais uma distância que não condiz com a maneira cristã de que se espera nas atitudes dos que são Pastores dos Pastores, Orientadores do Clero, o mais importante elo da Igreja Católica – Povo. Resolvem mais uma vez, que não devem satisfação a ninguém e fazem uma nomeação à revelia até de quem é nomeado, punindo a todos os fiéis que escolhem livremente o que fazer, esquecendo-se de que a liberdade é do povo, é a liberdade de ir e vir à Igreja que quiser, esse é um país livre.
O que a Cúria goianiense tem feito contra os  padres e líderes espirituais nesse Estado desagrada qualquer "cristão". É um verdadeiro desmonte católico. Outros padres de Goiânia, sem citar nomes por motivos óbvios, mas, como Padre Luiz Augusto foram punidos e condenados ao esquecimento por causa da popularidade. Pagando, também, estão esses fiéis que ficam sem líder espiritual e com isso querem obrigá-los a assistir missas de outros padres. Os fiéis que tinham prazer de participar de missas alegres, onde faziam constantes contribuições financeiras às Paróquias, hoje, preferem rezar em casa ou ir passear com a família.
Com tudo isso, admiravelmente, por obediência, submissão e um grande amor ao seu Sacerdócio, Padre Luiz Augusto, mais uma vez, humildemente, aceitará o que determina a Arquidiocese de Goiânia.
Esclarecendo a todos essa história triste – talvez não seja para a Arquidiocese e seus muitos “admiradores”,  mas, o povo se ressente pela maneira como tentam enganá-lo com essa nomeação à revelia do Padre Luiz. Ele foi informado, desrespeitosamente, através da rede social – Facebook - da qual fazem parte a Arquidiocese de Goiânia e os Amigos do Padre Luiz, ali foi publicada a nota da nomeação, por volta das 11 horas, hora em que ele estava conversando com o Pároco de Aparecida, Padre Cássio, na Casa Paroquial em Aparecida de Goiânia. Ele estava conhecendo o local, para dar uma resposta a Dom Waldemar, conforme fora acertado entre os dois, em reunião poucas horas antes, na mesma manhã. (noticiado em jornais)
 A “pseudonomeação permite” que ele celebre missas ali na Santa Terezinha e não pode celebrar na Comunidade Atos, em nenhum momento. Mais uma vez, pouco importam com os investimentos dos fiéis, passam por cima de tudo sem levar em conta cada projeto em andamento, os trabalhos iniciados e  a esperança e a vontade de cada um de ser um cristão pleno. Ora, quais as razões para não permitir que o Padre Luiz celebre na Comunidade Atos, projeto nascido no coração do Pai e conduzido pelas mãos desse sacerdote? Quais as razões para nomear um Padre experiente, dessa maneira? Quais as razões de enviá-lo para essa longínqua Paróquia, tentando afastá-lo do meio do povo com qual está habituado a ministrar? 
Quase conseguem o intuito, mas, quem conhece o Padre Luiz Augusto e o respeita, continua em oração, vigiando, até que ele seja devidamente valorizado. Deus vê tudo. A história da Igreja de Goiânia terá a real versão desse capítulo registrado e será conhecida como sendo mais uma punição ao Padre das Multidões.  O que fizeram foi uma nova punição, a mais ardil punição, pois essa veio acompanhada da mais triste humilhação. Todos se sentem humilhados e sem direito de opção. Será que teriam coragem de explicar tudo? Não cabem ao Padre Luiz Augusto e nem aos fiéis mais punições.



15 comentários:

  1. Bela representação do sentimento de toda sociedade goiana.
    Diego Moura

    ResponderExcluir
  2. Marco Antonio dos Santos Agnello4 de fevereiro de 2012 17:07

    BELISSIMO COMENTARIO....O POVO GOIANO MERECE UMA RESPOSTA,VAMOS SAIR DA OMISSAO E ESCLARECER OS FATOS.VAMOS SEGUIR NOSSO PAI ESPIRITUAL=PE LUIZ QUE NOS LEVA A CONHECER JESUS NO CAMINHO CERTO E CORRETO SEM FARSAS E MENTIRAS!!

    ResponderExcluir
  3. Obrigado Maria Dulce, e tenho uma certeza agora, querem acabar com a Comunidade Atos e com as obras desta, isso não será permitido nem por Nós, e principalmente por Deus. Estamos em oração e Nossa Senhora nós Protege e Intercede por nós todos.

    ResponderExcluir
  4. Parabens pela matéria, principalmente onde fala sobre hieraquia. Realmente, rebaixaram o Pe. Luiz e a cúpula não tem a hombridade de dar uma explicação.

    ResponderExcluir
  5. Penso que a cúria goianiense, em nome da igreja católica está cometendo um dos sete pecados capitais, diga-se o arcebispo ao subjugar o servo Padre Luiz do topo de sua hierarquia e de lá menospresar milhares de fiéis.

    Myrna Almeida

    ResponderExcluir
  6. MARIA CRISTINA LISITA4 de fevereiro de 2012 22:10

    PECO DESCULPA POR NAO SER NENHUMA UMA PESSOA MUITO ESTUDADA MAS,QUERO DAR MEU PONTO DE VISTO SOBRE ESSE ATO DE COVARDIA QUE SE ESTA FAZENDO COM O PADRE LUIZ.EU MORO AQUI NA INGLATERRA ESTOU ACOMPANHANDO ESSA VERGONHA DA NOSSA IGREJA CATOLICA APOSTOLICA ROMANA,QUE NOS DIAS DE HOJE NAO PODERIA ESTAR ACONTECENDO ISSO.SERA QUE O NOSSO PAPA ESTA POR DENTRO DESSA PERSIGUICAO????CADE O ARCEBISPO QUE NAO DA NENHUMA SATISFACAO AO POVO.ESTOU MUITISSIMO ENVERGONHADA COM ESSA SUJEIRA QUE ESTAO FAZENDO COM UM HOMEM CHAMADO POR DEUS.O ARCEBISPO DE GOIANIA TERIA QUE IR A UM CANAL DE TV E FAZER UM PRONUNCIAMENTO ,DANDO EXPLICACOES LOGICAS A TODOS CATOLICOS DE GOIAS POR ESSE FATO MAIS ABSURDO ,MESQUINHO,SUJO CONTRA A UM SERVO DE DEUS.PARABENS A TODA COMUNIDADE DO PADRE LUIZ .PADRE SEJA SEMPRE ESSE HOMEM ABENCOADO POR DEUS E COBERTO PELO SAGRADO MANTO DE NOSSA SENHORA.PODE TER CERTEZA PADRE O QUE E DO SENHOR ESTA NO CORACAO DE JESUS E MARIA .EU CREIO QUE TUDO E NO TEMPO DE DEUS.QUE A PAZ DE JESUS ESTEJA COM TODOS AI EM GOIANIA E NO BRASIL.

    ResponderExcluir
  7. O sentimento é de revolta e decepção com os "comandantes" de nossa Igreja. Porém, mais uma vez, o Pe. Luiz Augusto nos dá mostra de que sua fé é realmente muito forte. Aceita as "ordens" e, veremos, revolucionará a Igreja de Ap. de GoiÂnia. Tomara que quando isso acontecer não tirem o padre de lá e mandem para a antártida...

    ResponderExcluir
  8. Pois é, os comandantes da Igreja Goianiense nos decepcionam mais uma vez. Disso tudo, a constatação de que o Padre Luiz tem mesmo muita fé e vai, em verdade, transformar a pequena Igreja de Ap.de goiânia. Tomara que não venham depois de várias obras e ampliações, tirá-lo de lá e mandá-lo, quem sabe, para o pólo sul...

    ResponderExcluir
  9. Maria Dulce, boa noite. Jesus quando viu a Casa de Deus sendo corrompida pelos vendilhões do Templo, escorraçou a todos, assim, os católicos goianienses deve escorraçar estes dirigentes irresponsáveis que estão à frente da arquidiocese corrompendo a Casa de Deus com suas iniquidades. Onde já se viu punir um servo de Deus que trabalha a serviço de toda a comunidade e do amor ? É preciso providenciar a destituição já desses "senhores"... É só a comunidade Atos e as demais se unirem para alcançar este objetivo. Não dá mais para tolerar estes dirigentes irresponsáveis que estão à frente da arquidiocese. Nunca se viu falar sobre alguma obra ou benefício a favor dos humildes que tenha como ponto de parte a ação da catedral e destes bispos. Enquanto a Paróquia Sagrada Família tem inúmeras obras socias criadas pelo Pe.Luiz.

    ResponderExcluir
  10. Maria Dulce, Boa tarde!
    Os amigos do Pe. Luiz, poderiam pensar em fundar uma Associação tipo OSCIP, para desenvolver e implantar projetos sociais e construir um centro social para evengelização sob a coordenação do Pe. Luiz, sem vinculação com a Arquidiocese. O que você pensa???

    ResponderExcluir
  11. Sempre achei que o "baixo clero" do congresso nacional fosse a tradução do que há de pior nos valores humanos .
    Mas, hoje vejo que o "baixo clero" instalado na igreja ´católica de Goiás é uma vergonha para os cristãos do mundo inteiro .
    Qual será o legado deixado por Dom Washgton e Dom Valdemar ?
    Quanta diferença de Dom Fernando e Dom Antonio .
    Caio Pacheco

    ResponderExcluir
  12. NA VERDADE O DOM WASHIGTON ESTA ATRAPALHANDO DEMAIS A IGREJA DE GOIÂNIA, NÓS CATOLICOS ESTAMOS FICANDO CADA VEZ MAIS VAZIOS SEM O ENTENDIMENTO CORRETO DA PALAVRA DE DEUS JUSTAMENTE PORQUE ELE ESTA DO LADO CONTRARIO PUNE QUEM FAZ O BEM E NAO FISCALIZA QUEM ENSINA O MAL, ENQUANTO ELE ESTIVER NA ARQUIDIOCESE ESTAREMOS VOLTANDO NO TEMPO.

    ResponderExcluir
  13. Que a graça de Deus Pai nos proteja contra os lobos vestidos de cordeiros que entram no rebanho,... as injustiças e perseguições não começaram agora, se averiguarmos o histórico dos últimos 30 anos dos líderes perceberemos tantos ótimos garotos que entraram como vocacionados nos seminários e logo pediram para sair ou foram enxotados, assim não atendendo ao chamado de Jesus para serem pescadores de homens e decepcionados e muitas vezes envergonhados se calaram ou deixaram de participar da "Santa Igreja" buscando novas doutrinas ou novas atitudes em suas vidas... Padre Luiz, Padre C, Padre E, Padre D... Quem será o próximo??? Se a voz do "Povo é a voz de Deus" por que os então seus representantes não a aceitam??? de qual igreja quero fazer parte, dos homens ou do amor e caridade de Deus??? Que o Divino Pai Eterno nos proteja e nos guie por bons caminhos...

    ResponderExcluir
  14. Infelizmente, as vezes, a hieraquia esquece que a Igreja é o povo de Deus e, se alguem astá na frente (nunca acima), é para mais e melhor servir.
    A Instituição da Aucaristia, portanto do Sacerdocio Ministerial, na vespera da Paixao se deu logo depois do Lava-pés e está intimamente ligada à este. Jesus nos fez ministros para sermos os primeiros a servir.
    Infelizmente nos homens da Igreja encontramos tanto ciúme e malediscencia...
    Deus os perdoe, eles sabem o que fazem.

    Padre Antonio Piber
    padreantonioicab@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  15. A decisão da cúria goianiense em afastar o Pe. Luiz Augusto só vem demonstrar que, as missas e tudo o que se refere à Igreja Católica, precisam ter como base o conservadorismo. Resultado: missas chatas, incompreensíveis, distante do sofrimento pelo qual passam os fiéis que buscam conforto espiritual! Dificilmente vc encontra consolo, abrigo nas igrejas comandadas por padres do estilo de Dom Washington. Este deveria se espelhar em Jesus que aproximou-se do povo sofrido para ouvir e curar suas mazelas. E também de Dom Antônio, verdadeiro pastor de suas ovelhas, e amado por elas!

    ResponderExcluir

os comentários somente referentes ao blog, sem ofensas e com nome e sobrenome. Os ANÔNIMOS serão descartados. Até 10 linhas.